23 setembro 2010

Música e Poesia

Boa Noite trambiqueiros, vou falar mais um pouco do tema que foi abordado por mim e Bruna na nossa última aula de literatura..

Deus e Eu no Sertão                                                                                                    
   

Nunca vi ninguém
Viver tão feliz
Como eu no sertão

Perto de uma mata
E de um ribeirão
Deus e eu no sertão

Casa simplesinha
Rede pra dormir
De noite um show no céu
Deito pra assistir

Deus e eu no sertão

Das horas não sei
Mas vejo o clarão
Lá vou eu cuidar do chão

Trabalho cantando
A terra é a inspiração
Deus e eu no sertão

Não há solidão
Tem festa lá na vila
Depois da missa vou
Ver minha menina

De volta pra casa
Queima a lenha no fogão
E junto ao som da mata
Vou eu e um violão
                                      Victor e Leo

Esconderijo

Procuro a Solidão
Como o ar procura o chão
Como a chuva só desmancha
pensamento sem razão
Procuro esconderijo
encontro um novo abrigo
como a arte do seu jeito
e tudo faz sentido
calma pra contar nos dedos
beijo pra ficar aqui
teto para desabar
você para construir
                                    Ana Cañas

Porque Eu Sei Que É Amor

[ddddddddddddddd.jpg]

Porque eu sei que é amor
Eu não peço nada em troca
Porque eu sei que é amor
Eu não peço nenhuma prova

Mesmo que você não esteja aqui
O amor está aqui
Agora
Mesmo que você tenha que partir
O amor não há de ir
Embora

Eu sei que é pra sempre
Enquanto durar
E eu peço somente
O que eu puder dar

Porque eu sei que é amor
Sei que cada palavra importa
Porque eu sei que é amor
Sei que só há uma resposta

Mesmo sem porquê eu te trago aqui
O amor está aqui
Comigo
Mesmo sem porquê eu te levo assim
O amor está em mim
Mais vivo
Eu sei que é pra sempre
Enquanto durar
E eu peço somente
O que eu puder dar

Porque eu sei que é amor
Porque eu sei que é amor
                                           Titãs
 
Espero que gostem e comentem...

6 comentários:

  1. Essa mistura de poesia e musica é uma boa união pois é uma maneira agradavel e descontraida de ouvir poesias saindo dakela formalidade que poesia so pode ser lida.

    ResponderExcluir
  2. Acho música e poesia o casamento perfeito. Legal você ter colocados músicas recentes, isso nos faz ter mais interesse pelo assunto! :)

    ResponderExcluir
  3. Adorei as músicas e amo a música de vitor e leo "Deus e eu no sertão". Ela mostra a vida no sertão e seu amor. Também convcordo com milena que é bom mostra músicas mais recentes, fazendoq com que nos interessemos mais pelo assusnto. P.S.: Se não me enganos, ela foi a música de abertura da novela paraíso. Nem assistia a novela, só via a parte da música. HAHA =D

    ResponderExcluir
  4. Para mim, a música faz a poesia ter mais sentido e ser mais fácil de entender. Acho que devemos prestar atenção nas letras das músicas, pois as vezes elas são poemas que foram apenas colocados com um ritmo, e não percebemos isso.

    ResponderExcluir
  5. Maria Caroline Oliveira3 de outubro de 2010 14:16

    A poesia transformada em música é uma nova e, talvez, até mais interessante maneira de apreciar a poesia. Como Cecília disse acima, às vezes nós lemos e cantamos poesias sem nem saber.
    Mas é importante entender que nem toda música é poesia, e nem toda poesia é música. Há uma relação entre as duas principalmente pelo fato da poesia conter rimas, tais rimas que podem ser associadas a ritmos musicais.

    ResponderExcluir
  6. Três músicas, três estilos, um foco: amor (:
    Seja lá por algo ou alguém, as três belas músicas postadas falam de amor! Adorei a postagem por envolver e separar as músicas, ao mesmo tempo!

    ResponderExcluir