09 setembro 2010

Poemas Estrangeiros

Olá trambiqueiros, para enriqueçer ainda mais o nosso blog decidi trazer poemas internacionais :

Soneto CXVI

De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.
                                William Shakespeare
 Soneto CV


Não chame o meu amor de Idolatria
Nem de Ídolo realce a quem eu amo,
Pois todo o meu cantar a um só se alia,
E de uma só maneira eu o proclamo.
É hoje e sempre o meu amor galante,
Inalterável, em grande excelência;
Por isso a minha rima é tão constante
A uma só coisa e exclui a diferença.
'Beleza, Bem, Verdade', eis o que exprimo;
'Beleza, Bem, Verdade', todo o acento;
E em tal mudança está tudo o que primo,
Em um, três temas, de amplo movimento.
'Beleza, Bem, Verdade' sós, outrora;
Num mesmo ser vivem juntos agora.
                            William Shakespeare


Consiste a monstruosidade do amor...
Em ser infinita a vontade, e limitados
Os desejos, e ato escravo do limite...
                            William Shakespeare


"Amor quando é amor não definha

E até o final das eras há de aumentar.
Mas se o que eu digo for erro
E o meu engano for provado
Então eu nunca terei escrito
Ou nunca ninguém terá amado."
                         William Shakespeare
1º)No seu ponto de vista como é o amor para William Shakespeare?
2º)Voce acha que as poesias internacionais são mais ricas?
3º)Referente ao amor concordas com o ponto de vista do autor?
4º)O estilo da poesia varia de acordo com o pais?



Espero que essas perguntas os façam refletir melhor sobre as poesias..
Comentem!!!!

4 comentários:

  1. Maria Caroline Oliveira13 de setembro de 2010 22:32

    1. São várias as definições para o amor, mas William Shakespeare ressalta que o amor é eterno e é sentimento que não se pode ignorar. Umas das partes que achei mais profunda foi "...Num mesmo ser vivem juntos agora."

    2. Não, acho que o país de origem da poesia não influência na sua qualidade.

    3. Concordo. Na minha opinião o autor consegu transmitir o verdadeiro sentido do amor.

    4. Pode ser que a cultura do país influencie no estilo das poesias, mas acho que não há grande diferenças.

    ResponderExcluir
  2. 1. Eu acho incrível a forma como Shakespeare consegue falar do amor. Pra ele o amor é tudo. É sincero, completo, inalterável, eterno.
    2. Claro que não. Primeiramente acho que devemos valorizar a nossa cultura e os nossos artistas para então olhar para fora.
    3. Sim. Também encaro o amor dessa forma. Embora nos dias de hoje ele já esteja de certa forma vulgarizado, acredito que quando se trata de amor de verdade não existe época nem lugar, será sempre dessa mesma forma como Shakespeare o descreve, mesmo que daqui a séculos.
    4. Acho que não está muito ligado com o país, apesar de cada país possuir sua cultura e seus costumes. No meu ponto de vista isso se relaciona mais com a época do que com qualquer outra coisa.

    ResponderExcluir
  3. 1. EU achei muito lindo a forma como Shakespeare retrata o amor. Acho linda a parte em que ele fala: "Amor não se transforma de hora em hora,
    Antes se afirma para a eternidade.
    Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
    Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou."

    2. Não acho que isso influecie, a poesia não se classifica rica ou pobre de acordo com o lugar e sim por seu conteudo e como o autor o trasmite.

    3. Sim, adora a forma de Willian em representar o amor.

    4. Acho que influencia um pouco, mas isso não muda nas poesias em que retrata os sentimentos das pessoas. Os sentimentos são iguais em todo lugar e em toda a época. Como podemos ver, o poema de Shakespeare foi produzido em outro tempo e em outro lugar, mas ainda assim, toca diferentes pessoas do mundo inteiro de várias formas, fazendo-as refletir.

    ResponderExcluir
  4. 1º Eu acho que o conceito principal que ele tem sobre o amor, algo tão difícil de se definir, é que se for amor mesmo, de verdade, não se abala, não diminui, tampouco se acaba.
    2º De forma alguma, poesia bem feita é arte consagrada, seja quem for o autor.
    3º Totalmente! Aliás, poetas são como porta-vozes de nossos sentimentos.. Por isso que a gente se identifica tanto com a maioria dos escritos.
    4º Com certeza, varia porque tudo varia de acordo com a cultura, o costume, o foco, etc etc

    ResponderExcluir