26 agosto 2010

Poemas Visuais

Olá , boa noite a todos, estou aqui para mostrar um dos poemas mais interessantes que eu já vi.É um poema visual, que para mim é o tipo de poema mais interessante, pois a criatividade dos poetas é maravilhosa.No poema abaixo vemos algo como uma declaração de amor ou algo parecido.Observe:

 Bom como podemos ver, o poema forma o símbolo do infinito, e o pequeno poema fala sobre o infinito da beleza que está nos olhos de quem vê, e é nos olhos de sua amada que você vai encontrar seu amor.Ah e olhe o poema além de forma o símbolo do infinito, ele também forma 2 olhos, bom, foi pelo menos isso que eu interpretei.Cada um de nós tem uma maneira diferente de interpreta o poema, e é isso que mantém viva a poesia, principalmente a visual a interpretação de cada um que isso ninguém pode tirar.

9 comentários:

  1. Maria Caroline Oliveira2 de setembro de 2010 18:33

    A interpretação de Bruno resume tudo, pois realmente podemos ver que tudo está interligado nesse poema. É incrível como o autor consegue conectar todos os elementos poéticos para transmitir tal mensagem.

    ResponderExcluir
  2. Realmente a interpretação de Bruno foi ótima. Achei muito interessante esse poema porque o autor utilizou vários recursos para demonstrar o significado do seu poema e além de ser suscinto, conseguiu também ser muito eficaz.

    ResponderExcluir
  3. Adorei, e ainterpretação de bruno resume tudo. Eu adorei como ele conseguiu fazer o poema todo interligado passando a ideia de que o poema não se acaba, pois sempre a outra coisa interligando-o.

    ResponderExcluir
  4. O autor não poderia achar maneira melhor de representar e realacionar a ideia e a visão do infinito e dos olhos. Bruninho realmente disse tudo e o poema é simplesmente GENIAL!

    ResponderExcluir
  5. Muito bom me ajudou em um trabalho

    ResponderExcluir
  6. ele e pilantra kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir