11 agosto 2010

Poemas e músicas, combinam?


Pessoal...como vocês puderam observar, hoje estou aqui
para tentar mostrar a vocês a relação existente entre a música e os poemas!
Para isso, seguindo a sugestão da nossa professora Gilsa estou colocando " Metáfora", música e poema de Gilberto Gil, composta em 1982.


METÁFORA

Uma lata existe para conter algo

Mas quando o poeta diz: "Lata"

Pode estar querendo dizer o incontível


Uma meta existe para ser um alvo

Mas quando o poeta diz: "Meta"

Pode estar querendo dizer o inatingível


Por isso, não se meta a exigir do poeta

Que determine o conteúdo em sua lata

Na lata do poeta tudo-nada cabe

Pois ao poeta cabe fazer

Com que na lata venha caber

O incabível


Deixe a meta do poeta, não discuta

Deixe a sua meta fora da disputa

Meta dentro e fora, lata absoluta

Deixe-a simplesmente metáfora.
                          (Gilberto Gil.)

*Bom aí em cima foi postada a letra do poema, mas para quem tiver interessado em saber como ficou a versão da música aqui vai o link!


* Muitas são as pessoas que dizem que toda música é ou pode ser considerada um poema!Eu não concordo totalmente, mas tenho plena consciência que realmente são muitas as músicas que podem serem consideradas, porém na minha opinião há sim exceções!E pra vocês?vocês concordam que toda música na verdade é um poema? E a relação da música e dos poemas? Oque acham? Sobre a versão da música acharam bacana?
Bom galera, espero realmente que tenham gostado e que comentem!

beijos, Juliana Moreira.




6 comentários:

  1. Parabéns, Juliana, pela excelente postagem.
    Hoje, se discute muito a respeito da estreita relação existente entre a música e a poesia. Por isso que no nosso livro de seleção de poemas, há uma parte dedicada à música e à poesia.
    Vamos discutir as questões que Juliana nos coloca!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Marcelynne Almeida12 de agosto de 2010 09:50

    Ju,
    as poesias vieram de canções (isso sei lá quanto tempo atrás), mas hoje... As poesias são diferentes, (algumas) usam palavras menos complicadas, e não se adequam muito a 'canções'. Porém, acho que associamos muito poesia a canção porque a poesia forma uma 'melodia' com a mensagem a ser transmitida, expressada.
    Abraço,
    Marcelynne Almeida

    ResponderExcluir
  3. eu também discordo, Juliana. Antigamente as músicas até poderiam ser consideradas poemas, porque para ser músico e compositor era necessário inteligência e criatividade, mas nos dias de hoje em que as canções ficaram tão vulgarizadas, é impossível pensar que qualquer um que se diz cantor possa, de fato, criar uma poesia.

    ResponderExcluir
  4. Maria Caroline Oliveira2 de setembro de 2010 18:54

    Também discordo. Porém, eu acho que ainda há músicas que estão ligados a poesia. E assim como Marcelynne falou, a melodia da poesia faz com que a associemos com a música.

    ResponderExcluir
  5. Eu discordo e concordo. Dependendo do tipo de música e da pessoa, a música pode ser poesia. Mas hoje em dia isso é visto com menos frequencia, pois hoje qualquer um vira cantor de forró com suas músicas sem sentido e totalmente de baixo nível. Mas ainda há quem cante músicas de qualidade e de caráter poético. O que eu acho quase impossível para os cantores de Funk, forró, axé ou samba..principalmente os que começam a carreira agora.

    ResponderExcluir
  6. Eu também tõ discordando.. Hoje não há menor preocupação em ter a música relacionada a poesia! Aliás, pra mim, música de verdade, é sempre poesia, sabe? Se a letra não for música para meus olhos, não será música para meus ouvidos! Isso que inventam agora e ousam chamar de música, deveriam ter denominação de significado bem inferior ao significado de música!

    ResponderExcluir